7 de janeiro de 2010

dez

muito tempo olhando o mar da justa, exata desproporção.


.

Nenhum comentário: